Foto: Pixabay

Briga acirrada entre líderes no GP Brasil

Redação Webventure/ Offroad

Os pilotos estrangeiros desembarcaram ontem (13/05), em Belo Horizonte (MG), para participar da etapa brasileira do Mundial de Motocross 250cc. A briga entre os líderes promete ser dura. Mesmo cansados da viagem, os cinco primeiros colocados do campeonato – o belga Marnicq Bervoets, o alemão Pit Beirer, o francês Frederic Bolley, o norte-americano Ryan Hughes e o também francês Mickael Maschio – foram a uma academia de ginástica à tarde, para receber instruções especiais de personal trainners.

“A preparação física é fundamental para uma boa corrida”, afirma Bervoets, líder do Mundial, com 152 pontos. O piloto está animado com o GP Brasil: ” O circuito do Motódromo Serra Verde combina comigo, pois é uma pista de ação. Vou correr para a vitória neste final de semana.”

O francês Frederic Bolley, que esteve na liderança durante os três primeiros GPs (Espanha, Grécia e Holanda) e depois da prova na sua terra natal caiu para a terceira posição, parece confiante numa boa corrida em BH: “Estou entre os top. E vou ficar.”

Já David Viullemin, ex-piloto de supercross que faz sua estréia no Mundial de Motocross, vem pela primeira vez ao Brasil e nem por isso demonstra preocupação: “Estou bem preparado. Embora eu não conheça o circuito, sei que é muito parecido com outras pistas européias e por isso acredito numa grande prova.”

Hoje os pilotos acompanharão, pessoalmente, os últimos acertos nas motos e passarão por vistoria da Federação Internacional de Motociclismo (FIM). Os mecânicos de cada equipe estão trabalhando pesado para que as máquinas estejam em perfeito estado para os treinos classificatórios de amanhã. As corridas (duas baterias) acontecem na tarde de domingo. Não há brasileiros competindo na categoria.

Este texto foi escrito por: Webventure

Last modified: maio 14, 1999

Redação Webventure
Redação Webventure