Foto: Pixabay

Mato Grosso: sinônimo de riqueza natural e belas paisagens

Neste estado brasileiro temos três biomas diferentes! Amazônia, Pantanal e Cerrado, isso faz com que o estado tenha uma fauna e flora riquíssima

Poucos lugares no planeta possuem tamanha riqueza natural como Mato Grosso. O estado é um dos poucos no mundo a abrigar três biomas: Amazônia, Pantanal e Cerrado. Todos esses ecossistemas, juntamente com as belezas do Araguaia, têm atraído milhares de turistas de todos os cantos do planeta que buscam viver intensas emoções e novas experiências nos rios, cachoeiras, sítios arqueológicos e chapadões.

Foto: SEDTUR MT

Foto: SEDTUR MT

Descubra as atividades e os encantos dessa terra linda por natureza:

Cuiabá

Localizada no centro da América do Sul, Cuiabá é a porta de entrada para quem deseja conhecer todas as belezas do centro-oeste brasileiro. Com quase 300 anos de existência, a chamada “Cidade Verde” é uma combinação de história, modernidade, vida cultural, sabores, diversão e negócios.

Polo Cerrado

O cerrado é um dos biomas mais importantes do Brasil. No cenário, a beleza e misticismo se misturam entre árvores de formação retorcida, cachoeiras deslumbrantes, montanhas desafiadoras, além de fauna e flora surpreendentes.
O cerrado mato-grossense conta com inúmeros sítios arqueológicos, rios de corredeiras e muitas opções para se aventurar. Entre elas está a região da cidade de Nobres que oferece 30 cavernas e lagos com águas cristalinas perfeitas para mergulho. O município de Jaciara é conhecido pela temporada de esportes de aventura que inclui rafting, canoagem e rapel. Também no cerrado está a Chapada dos Guimarães com as incríveis cachoeiras, grutas, morros e cânions de arenito.
Foto: SEDTUR MT

Foto: SEDTUR MT

Polo Pantanal

Reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, o Pantanal é uma das maiores planícies alagáveis do planeta. Na região, o turista tem acesso a uma variada vida selvagem. Ao todo são 650 espécies de aves, mais de 260 de peixes e 80 de mamíferos, como a onça pintada. Toda essa beleza natural é traduzida em constante movimento de formas, cores e sons, que fazem da fauna e flora do Pantanal um dos mais belos espetáculos da Terra. No polo também está localizado o Parque Nacional do Pantanal. A centenária Poconé e a cidade de Cáceres atraem turistas em busca da pesca e da observação da vida selvagem na região.

Polo Amazônia

O norte do Mato Grosso é coberto pela exuberante Floresta Amazônia com árvores que chegam a mais de 50 metros de altura. Berço da biodiversidade que encanta turistas e cientistas do mundo inteiro, a região possui uma das maiores concentrações de matéria viva por metro quadrado do planeta.
Calcula-se que dentro da floresta vivem mais de 20% de todas as espécies existentes no mundo, sendo 20 mil vegetais, 1,4 mil peixes, 300 mamíferos e 1,3 mil pássaros, proporcionando aos turistas uma experiência incrível. Para se ter ideia, existem mais espécies vegetais em um hectare de Floresta Amazônica do que em todo o território europeu. Um terço da Amazônia está em solo mato-grossense. Além disso, grandes rios cortam a região que ainda conta com imensas áreas de preservação ambiental como os Parques do Cristalino e do Xingu.

Polo Araguaia

A região conta com belas porções de areias finas e brancas e águas transparentes, que forma um paradisíaco vale de praias fluviais. Existem ainda o Parque Nacional do Xingu onde vivem 17 etnias indígenas, além de grutas, cachoeiras e a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal. O município de Barra do Garças, localizado a 504 quilômetros de Cuiabá, oferece parque aquáticos, balneários de águas termais e 14 cachoeiras.

Last modified: fevereiro 24, 2017

Gabriel Gameiro
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.