Foto: Pixabay

Quero praticar mergulho, por onde começo?

Christina Volpe/ Mergulho

O fundo do mar é algo que impressiona e deslumbra aventureiros pelo mundo. Olhar belezas escondidas e os diferentes peixes e corais é algo que tira o ar e faz sonhar. Para mergulhar com cilindro é preciso de um curso, procurar uma escola para o treinamento básico é o caminho mais certo.

Joana de Capitani, gerente operacional da Dan Brasil, sempre indica o treinamento. “Lá o aluno irá aprender as técnicas e os equipamentos utilizados na atividade, os riscos, protocolos e cuidados necessários para evitar acidentes, além de treinar as habilidades indispensáveis para a prática do mergulho’.

Buscar uma escola ligada a uma agência de treinamento reconhecida internacionalmente é importante, tanto para assegurar que o treinamento segue padrões reconhecidos, quanto para receber a credencial se aprovado no curso. Isso garantirá sua participação em saídas de mergulho e o aluguel de cilindros em qualquer lugar do mundo.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

“Antes de iniciar o curso, é importante também consultar um médico para verificação da sua condição de saúde”, diz. O principal desafio enfrentado por quem está começando é aprender a utilizar o equipamento de mergulho, que em um primeiro momento pode parecer complicado e intimidador.

“É preciso desenvolver um bom controle das vias aéreas, pois a respiração passa a ser feita  pela boca e não pelo nariz. Outro desafio é se sentir confortável em um ambiente em que o corpo se reconhece inconscientemente como inóspito. Conquistar a confiança nas suas habilidades e no equipamento, ultrapassando assim este desafio é extremamente gratificante”, explica Joana.

Início do treinamento

O iniciante sempre começa em piscinas ou locais de águas confinadas, portanto o aluno já vai para o mar ou águas abertas com um treinamento mínimo no uso do equipamento, nas habilidades necessárias e nas técnicas e protocolos de mergulho.

“Os primeiros mergulhos em águas abertas (mar, represa, rio) são feitos em locais com profundidade limitada (na maioria das agências o limite de profundidade do treinamento básico é de 18 metros) e águas mais tranquilas. Em quase todas as regiões do Brasil é possível encontrar locais de mergulho que atendam a esse requisito”.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

A ideia do mergulho é justamente gastar o mínimo possível de energia embaixo da água. Além disso, movimentos lentos e feitos com tranquilidade são mais eficientes debaixo da água. Mas claro, como em tudo na vida, uma melhor forma física e resistência aeróbica ajudam.

A natação ajuda a desenvolver uma “aquacidade” (habilidade de se mover e se comportar naturalmente na água), que será muito importante para o mergulho, mas um bom desempenho no esporte não é requisito para um bom desempenho no mergulho.

Para melhorar seu desempenho no mergulho é importante não fumar, descansar adequadamente e não beber bebida alcoólica em excesso.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Existem benefícios em praticar mergulho?

Uma atividade que ajuda a relaxar e a diminuir o estresse. Durante o mergulho utiliza-se muito a respiração mais lenta e profunda, que ajuda a gastar menos energia debaixo da água e ao mesmo tempo ajuda a relaxar.

Como é uma atividade normalmente realizada em grupos, com “saídas de mergulho” (como chamamos os passeios organizados para mergulhadores), em barcos com vários mergulhadores, acaba sendo uma ótima maneira de fazer novos amigos e conhecer lugares diferentes, além de permitir vencer desafios pessoais. Tudo isso pode ser muito gratificante e motivante, fazendo com que muitos dos praticantes vejam o mergulho também como um tipo de terapia para a vida agitada das grandes cidades.

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Last modified: setembro 24, 2018

Christina Volpe
Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webventure. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, um evento acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.