Foto: Pixabay

Niclevicz volta a escalar o K2 em junho

Redação Webventure/ Montanhismo

O alpinista Waldemar Niclevicz, primeiro brasileiro a alcançar o topo do Everest, vai fazer em junho deste ano sua segunda tentativa de escalar o K2, a montanha mais perigosa do mundo, localizada no Paquistão. Com 8.611 metros de altitude (esta é também a segunda maior montanha do planeta), a escalada conta com uma imponente parede de
3.500 metros de altura, de grande dificuldade técnica. Superada por apenas 122 alpinistas até hoje (a média é de duas tentativas para uma morte), a montanha é considerada a mais difícil do mundo entre os alpinistas de alta montanha.

No ano passado, Niclevicz chegou aos 8.040 metros de altitude do K2, quando toda a massa de neve sobre a qual o alpinista estava afundado até a cintura começou a deslizar montanha abaixo. “Era como se uma mão invisível estivesse nos empurrando”, declarou à Webventure, na época.

Desta vez, além de mais experiência, ele também terá alta tecnologia à sua disposição. A bagagem inclui um celular Iridium – que recebe transmissões de todo o globo, via satélite -, um notebook para mandar e-mails e fotos digitais, além de recarregadores de bateria movidos a energia solar e uma câmera de vídeo do tamanho de um maço de cigarros.

Este texto foi escrito por: Webventure

Last modified: abril 15, 1999

Redação Webventure
Redação Webventure