Qual mulher nunca sentiu uma indisposição nos dias de menstruação, que a deixou de cama ou sem vontade nenhuma de treinar? Pois é, o sexo feminino realmente é o forte, já que não é fácil encarar a rotina de TPM ou cólicas. Enquanto algumas passam por isso facilmente, outras sofrem e a rotina acaba sendo alterada. Entre as corredoras as sensações são as mesmas, mas será que realmente existem diferenças de performance quando estamos “naqueles dias”?

A ginecologista Maita Araujo, especialista em performance esportiva explica que sim. “Algumas mulheres ficam mais cansadas nesse período, principalmente aquelas que sangram muito e as que possuem cólica menstrual”. A menstruação média dura cerca de dois a cinco dias, podendo ir até sete e a perda de sangue em média é de 80ml. “Mulheres com aumento do fluxo, número de dias, ou com dor, treinam pior. E isso também vale para aquelas que tem TPM”, diz.

Participe da maior corrida feminina da América Latina! A Corrida e Caminhada Feminina do McDonald’s. Inscreva-se!

Foto: Piotr Marcinski/Fotolia Foto: Piotr Marcinski/Fotolia

Melhor período de treino

Maita conta que o período mais interessante para treinamentos específicos é a fase pós menstrual. “Ela dura mais ou menos dias dez dias, quando se trata de um ciclo de 28 dias. Pensando de uma forma simples: em um ciclo de 28 dias, a mulher ovula no 14º dia. Assim, 14 dias antes desta ovulação é a melhor época do treino”.

Atletas de elite
Entre as corredoras profissionais muitas vezes há uma adequação de acordo com o ciclo menstrual. Confira como ela pode ser:

1. Menstruação: treino moderado ou leve (depende das queixas da atleta)
2. Pré ovulação: treino forte
4. Pós ovulação: treino moderado
5. Pré menstrual: treino leve

Devo treinar com cólica?

“Qualquer atleta com dor treina mal, então é bom pensar duas vezes. Se a cólica é leve, ela pode usar uma bolsa de água quente ou algum analgésico receitado pelo médico e quando melhorar pode ir treinar, mas se a dor for muito forte é melhor ficar de repouso”, explica.

Maita explica que não há nenhum malefício em treinar menstruada. “Você tem que ouvir seu corpo. Existem casos de atletas que até relatam a melhora da cólica quando vão treinar. Essa questão é bem pessoal”.

Este texto foi escrito por: Christina Volpe

Last modified: setembro 28, 2016

Arquivo