Foto: Pixabay

Líder abandona etapa do Rali da Catalunha

Redação Webventure/ Offroad

Lloret de Mar, Espanha – O líder provisório do Rali Catalunha-Costa Brava, o espanhol Jesús Puras (Citroen Xsara), abandonou a prova hoje (20/04) porque seu carro não conseguiu arrancar na largada para a segunda etapa. Puras, que ontem dominou quatro
dos sete trechos disputados, cedeu a liderança para outro piloto da Citroen, o francês Philippe Bugalski.

Nesta quinta prova do Mundial de rali, o também francês Didier Auriol (Toyota Corolla) está em segundo e o espanhol Carlos Sainz (Toyota Corolla), em terceiro. O finlandês Tommi Makinen (Mitsubishi Lancer) perdeu posições porque foi penalizado com um minuto por “queimar” a largada de hoje.

PolêmicaM – O domínio incontestável dos carros Citroen Xsara, de Puras e Philippe Bugalski, no início do Rali Catalunha, vem provocando reclamações dos outros competidores. O copiloto de Carlos Sainz, Luis Moya, acusou Puras de treinar nos trechos cronometrados da prova espanhola enquanto os demais pilotos do disputavam da etapa da Suécia. Moyá assegurou que o concorrente infringiu o regulamento, treinando no percurso fora do reconhecimento da pista previsto pelos organizadores.

Caso a acusação, desmentida por Puras, seja confirmada oficialmente, o piloto da Citroen deve ser desclassificado. “É lamentável que Luis Moya, Carlos Sainz e sua equipe tentem esconder que estamos entre os melhores. Sempre que estamos na frente eles surgem esses comentários. É lamentável. São pilotos que sempre admirei, mas como pessoas estão mostrando que deixam muito a desejar”, desabafou Puras.

Este texto foi escrito por: Webventure

Last modified: abril 20, 1999

Redação Webventure
Redação Webventure