Foto: Pixabay

Aconcágua em uma conquista solo

A maior montanha do mundo fora do Himalaya fica na Cordilheira dos Andes. Localizado a 112km de Mendoza, na Argentina, está o Aconcágua e seus desafiadores 6.961 metros de altitude.

E este foi o desafio escolhido por André Perlatti, alpinista de Jundiaí-SP, empresário e guia da empresa Aventura Alpina que encara o Projeto 7 Cumes, 7 Vulcões.

Quase 7 mil metros, sozinho, carregando o equipamento

Desafios do Alpinista Solo

André completou a façanha em 17 de dezembro de 2019, e é um dos poucos brasileiros a completarem o desafio em estilo alpino solo. Neste estilo, o alpinista vai sozinho, com equipamento mínimo e infraestrutura precária. É a subida “raiz”.

A mochila vai mais pesada nesse caso, com algo entre 35 e 40 quilos.

A temperatura também é um desafio. No topo do Aconcágua a medição chega a -17 graus com sensação térmica de – 30 graus, graças aos ventos de 65km/h. Neste ponto, nosso alpinista pode ter até congelamento das extremidades.

Mas um dos principais inimigos de André na subida foi o oxigênio. Ou melhor, a falta dele.

Dor de cabeça, cansaço extremo, falta de apetite, enjoos, todos efeitos causados pelo “mal da montanha”. Pode ser fatal, alcançar os pulmões ou o cérebro.

Rotina e novos desafios

André começou a se preparar para subir o Aconcágua com 1 mês de antecedência. O treino consiste em acostumar o corpo com desafios semelhantes, em terras nacionais. Para isso, subir montanhas em São Paulo, Minas e Rio de Janeiro viram rotina durante 30 dias.

Além disso é preciso uma rotina equilibrada. Treinos físicos, 24km de corrida semanal e escaladas são parte do dia-a-dia de quem se prepara para subir 7 mil metros num frio congelante e sem ar.

Além do Aconcágua a ideia é subir outros 6 cumes, um em cada continente do globo. O mais conhecido deles é o Everest, no Nepal, maior montanha do mundo com 8.848 metros de altitude. 3 já foram conquistados.

No mesmo projeto está a subida dos 7 maiores vulcões do planeta, também espalhadas pelos continentes. Destes, André já esteve em 3 – o desafio mais complicado foi na subida do Damavand, no Irã.

O vulcão de 5.610 metros foi encarado pela face nordeste, desafio mais complexo do que pela rota tradicional, na face sul.

Imagens do Aconcágua

Aqui você confere algumas das imagens dessa aventura de tirar o fôlego.

Saiba mais sobre a agência de montanhismo Aventura Alpina, nesta matéria.

Last modified: fevereiro 7, 2020

[fbcomments]
Daniel Krutman
Daniel Krutman
Publicitário de formação, especialista em sociologia do consumo e em marketing digital. Trabalha há mais de 10 anos com conteúdo e marketing esportivo.