Vencedor da etapa brasileira da Volvo Ocean Race será definido nesta terça-feira

Redação Webventure/ Notícias, Vela

Batalha entre Team Brunel e Dongfeng Race Team será definida na aproximação à cidade de Itajaí, destino final das 7.600 milhas náuticas da perna. Barco da brasileira Martine Grael conserva a terceira colocação

Os vencedores da sétima etapa da Volvo Ocean Race 2017-18 serão definidos nesta terça-feira (3) em chegada emocionante na cidade de Itajaí (SC), destino final da perna de 7.600 milhas náuticas de regata. A previsão – pode variar de acordo com o vento – é de termino nas primeiras horas da manhã. Dois barcos brigam pela vitória e pela chance de levar pontuação dobrada pra casa. Team Brunel e Dongfeng Race Team protagonizam uma disputa equilibrada desde a subida pelo Atlântico Sul.

16º dia à bordo do time Akzo Nobel. | Foto: James Blake/Volvo Ocean Race

16º dia à bordo do time AkzoNobel. | Foto: James Blake/Volvo Ocean Race

As milhas finais prometem muita adrenalina, principalmente pela previsão de ventos fracos na aproximação à costa catarinense.

Na tarde desta segunda-feira (2), a diferença entre holandeses e chineses era de apenas 4 milhas náuticas. Brunel e Dongfeng navegam na altura de Pelotas (RS) ainda com ventos de média intensidade.

”A boa notícia é que estamos ganhando milhas até a chegada rapidamente”, disse o holandês Bouwe Bekking, comandante do Team Brunel. ”Nas últimas horas andamos a 24 nós, mas o Dongfeng está na nossa cola. Não existe mais vantagem e teremos uma batalha até a chegada”.

Com as temperatura aumentando – as equipes ficaram semanas sofrendo com o frio dos mares do sul –  o clima fica melhor a bordo. ”A temperatura da água subiu de 9 para 20 graus e do ar de 3 para 18 graus em menos de 48 horas. Saímos da pressão e agora podemos relaxar, mas temos que tentar passar o Brunel”, disse Charles Caudrelier, do Dongfeng. ”Todas as equipes tiveram seus problemas e agora todos querem apenas chegar”.

Já o team AkzoNobel, da brasileira Martine Grael, conserva a terceira colocação, só que mais de 230 milhas náuticas atrás dos dois primeiros. O barco está na linha de Buenos Aires, Argentina, e deve chegar até o início da quarta-feira (4).

”Essa etapa foi uma das mais difíceis. Passamos por momentos difíceis e de muita pressão para não dar nada errado. Foi uma etapa incrível, bonita, mas ao mesmo tempo triste”, disse a brasileira Martine Grael.

Em quarto lugar está o Turn the Tide on Plastic, seguido de perto pelo MAPFRE. As duas equipes devem cruzar a linha de chegada apenas no dia 6 de abril.

A Copa tá chegando e para entrar no clima que tal correr nas arenas da copa do mundo padrão FIFA nas distâncias de 6km?

 

Jack Bouttell no 17º dia da etapa brasileira da Volvo Ocean Race.  | Foto: Martin Keruzore/Volvo Ocean Race

Jack Bouttell no 17º dia da etapa brasileira da Volvo Ocean Race. | Foto: Martin Keruzore/Volvo Ocean Race

Last modified: abril 2, 2018

Redação Webventure
Redação Webventure