Conheça modalidades de escalada na cidade grande

Quer escalar de forma segura na cidade grande? Conheça a Casa de Pedra.

A Casa de Pedra tem 4 modalidades de escalada| Foto: industrieblick / Fotolia

A Casa de Pedra tem 4 modalidades de escalada| Foto: industrieblick / Fotolia

Nem sempre os moradores dos grandes conglomerados urbanos conseguem escapar todos os finais de semana para o paz do interior. Além da tranquilidade do campo, é lá que rolam vários esportes radicais que buscam no natural seus desafios. Afinal, não se pode praticar rally em plena avenida Paulista num sábado à tarde. Nós como bons brasileiros, sempre damos um jeitinho. É essa vontade combinada com criatividade que nascem os esportes radicais adaptados para a cidade grande.  Um rapel no viaduto Sumaré, slackline entre prédios ou escalada numa parede artificial.

Já pensou em praticar escalada numa casa no meio de Perdizes? Nós do Webventure também nunca pensamos nisso até conhecer a Casa de Pedra, ginásio de escalada esportiva com duas unidades, uma em Moema e outra em Perdizes, para quem adora a adrenalina da altura, se desafiar e precisa relaxar do trânsito paulistano. Aperta o play:

No vídeo de hoje a gente te mostrou as modalidades que a Casa de Pedra tem, explicando um pouquinho como é cada uma, seus equipamentos e como praticar. O time de instrutores, Daniele Tellini e Felipe Cavalcanti conversou com a gente e separou em quatro tipos:

  • Guiada: ideal para escaladores mais experientes, o praticante escolhe uma via e ao subir vai prendendo sozinho sua corda nas costuras da parede para se proteger. O escalador não usa demais equipamentos de segurança, além da própria habilidade e da corda que ele mesmo prendeu. Para praticar a modalidade na Casa de Pedra, é necessário fazer uma provinha antes por segurança.
  • Top Rope: é o principal tipo para quem está começando. No ginásio vemos cordas que vão do teto ao chão, colocadas lá para a prática de top rope. Usando todos os aparelhos de segurança, mosquetão, grigri, corda e cadeirinha, o escalador pode ir bem alto. Feita em dupla, um praticante sobe pelas vias enquanto o outro puxa a sobra de corda.
  • Boulder: nesta prática não é necessário equipamentos de segurança algum além do crash pad, um colchão fofo se você cair. No boulder, o escalador sobe  numa parede própria que é baixa e curva, forrada com o colchão embaixo, para escaladores de qualquer nível.
  • Travessia: praticada na mesma parede que as outras modalidades de altura, nela os escaladores atravessam a sala lateralmente, sem subir grandes alturas, mas alcançando entre 50 e 60 movimentos laterais.

Tá afim de ir para o interior e ainda participar de uma prova? Inscreva-se na Corridas de Montanha – Etapa Paranapiacaba

Last modified: abril 20, 2018

Larissa Santos
Larissa Santos
Pseudo jornalista da ECA-USP. Meus amigos costumam dizer que sou criativa e uma explosão sentimental. Eles também reclamam de ser atrasada, mas juro que vou melhorar. Mirei em cultura e vim parar em esportes, mas tá tudo bem, eu amo escrever sobre tudo.