Rudá

Campeão da Copa Suzuki, Rudá intensifica torcida por bons ventos na Semana de Vela de Ilhabela

./ Vela

Por Bruna Moraes

Torcer por ventos fortes é natural para qualquer velejador, tanto que dizer “bons ventos” é uma forma de desejar “boa sorte” no meio náutico.

Quando estamos em uma competição de Vela, esse desejo é multiplicado inúmeras vezes, principalmente pelas equipes de alta performance, que possuem barcos rápidos, que não conseguem atingir bons desempenhos com ventos fracos ou moderados.

Rudá

O Rudá Sailing Team compete a bordo de um Beneteau First 40 [Alexandre Koda / Koda Comunicação]

Esse é o caso do Rudá Sailing Team, equipe de Santos que compete a bordo de um Beneteau First 40, veleiro projetado para competições pelo renomado estaleiro francês. Há cerca de um mês a equipe foi campeã da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, mas ainda não conseguiu demonstrar o seu potencial na Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

“Até agora não consideramos a nossa performance boa, principalmente porque as condições de vento fraco não têm sido favoráveis ao nosso barco, mas estamos tentando manter uma posição e esperando que o vento aumente nos próximos dias para que a gente consiga melhorar a nossa classificação”, avalia Mário Martinez, proprietário e tripulante do Rudá.

Rudá

O Rudá venceu a Copa Suzuki no mês passado.
[Alexandre Koda / Koda Comunicação]

Além da Copa Suzuki, o Rudá conquistou o título da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO) nos anos de 2002, 2006, 2013, 2017 e 2018 e também tem no currículo um título Sul-Americano e nove Campeonatos Paulistas.

A primeira regata que contou pontos na Semana Internacional de Vela de Ilhabela seria a tradicional Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, mas acabou tendo o percurso encurtado para a ilha de Toque Toque Pequeno por causa dos ventos fracos.

O Rudá terminou a regata na 13ª colocação da classe IRC, com o tempo de 2h26min13. Os líderes até o momento são os barcos Monte Cristo, Asbar IV e Itajaí Sailing Team.

Rudá

Atual campeão brasileiro, Rudá busca reagir após um resultado ruim na primeira regata [Alexandre Koda / Koda Comunicação]

Apesar de estar na penúltima colocação, a expectativa de que a velocidade dos ventos aumente durante a semana anima os tripulantes do Rudá.

“Tudo está dependendo de São Pedro, a expectativa é de que tenhamos alguns dias de vento forte, o que se enquadra melhor para o Rudá, que é um Beneteau, um barco excelente e que precisa de um pouco mais de vento para performar legal”, explica Matinez.

Após a regata até a Ilha de Toque Toque, os velejadores tiveram a terça-feira de folga e na quarta-feira as regatas foram canceladas por ausência de ventos. Assim, os barcos voltam a competir no canal de São Sebastião nesta quinta-feira, a partir do meio-dia.

Last modified: julho 18, 2019

.