Foto: Pixabay

Rodrigo Raineri conta sobre a liberação do Everest

Redação Webventure/ Montanhismo

Amanhã  Raineri completará 39 anos de idade (foto: Rodrigo Raineri)
Amanhã Raineri completará 39 anos de idade (foto: Rodrigo Raineri)

Olá. Aqui é o Rodrigo Raineri falando junto com o meu parceiro, o médico cirurgião plástico, Eduardo Kepkke. Nós estamos no Acampamento Base do Everest a 5.600 metros de altitude, e neste momento está nevando. São 20h35 aqui no Nepal.

Nós chegamos agora no Acampamento Base, pois estávamos junto com a equipe da Globo, o Clayton Conservani e o Cláudio Marques. Eles estão a caminho. O Eduardo e eu subimos mais rápido, porque nós já estamos aclimatados, e os dois repórteres precisam subir mais devagar para aclimatarem-se à altitude.

Tivemos uma ótima notícia hoje. A China fez cume e foi liberado todo equipamento de comunicação no Acampamento Base do lado do Nepal. Então nós estamos em clima de festa, na barraca refeitório com os equipamentos de comunicação, e temos liberdade para entrar em contato com o Brasil para mandar notícias para os amigos, para os parentes.

O desafio é a montanha – Agora, a montanha voltou a ser o que deveria ser sempre: o problema é a montanha, o clima e a nossa aclimatação e adaptação à altitude. Não temos mais problemas com militares, controle dos chineses. O clima agora é de festa, de companherismo. “Esse foi um presente antecipado dos chineses para o nosso amigo Rodrigo que fará 39 anos, amanhã”.

Ótimo o presente dos chineses. Nós já fizemos a nossa programação. Os sherpas sobem amanhã para terminar de montar o Acampamento 2. o Acampamento Base Avançado. O Eduardo e eu descansamos mais um dia, preparamos tudo, pois no dia 10 chegam o Clayton e Cláudio no Acampamento Base, e no no dia 11 nós subimos para o Acampamento Base Avançado para mais uma etapa de aclimatação.

Eu pretendo dormir no Acampamento 3, a 7.500 metros de altitude, e o Eduardo quer atingir o Acampamento 3. Depois nós descemos para descansar mais uma vez. Aí, é esperar uma janela de bom tempo para atacar o cume do Everest, sem o uso de oxigênio suplementar no meu caso, e com esse recurso no caso do Eduardo.

Este texto foi escrito por: Rodrigo Raineri, direto do Nepal

Last modified: Maio 8, 2008

[fbcomments]
Redação Webventure
Redação Webventure