Natação: veja 10 motivos para começar a nadar o quanto antes!

O preparador físico Felipe Kutianski explica quais os benefícios a natação traz para o corpo de quem pratica e porquê você já deveria ter começado a nadar

Muitas crianças querem nadar para ser como tritões e sereias que veem na televisão, alguns adultos nadam apenas por hobby, profissionalmente ou em busca de um condicionamento, aparência e saúde, mas os benefícios da natação vão muito além disso.

Conheça um pouco mais sobre a natação que refresca e ainda evita o desconforto de suor nas temperaturas muito altas.

O Webrun conversou com o preparador físico da Ziva Brasil, Felipe Kutianski que apresentou 10 motivos para você começar a nadar o quanto antes. Confira:

Foto: Fotolia/Microgen

Foto: Fotolia/Microgen

1 – Sobrevivência

Em muitos lugares, como no Paraná por exemplo, os índices de morte por afogamento aumentaram muito nos últimos anos. Isso aconteceu por causa de dois fatores: pessoas que não sabem nadar e outras que, por excesso de confiança e falta de costume com o meio aquático, acabam não conseguindo se salvar em um momento de necessidade.

 

2 – Melhora as funções cardiorrespiratórias

Quando você começa a nadar, a capacidade cardiorrespiratória torna-se mais exigida pelo seu corpo. E com o tempo, você ganha uma melhora no sistema cardiorrespiratório, que se tornará mais resistente ao exercício.

 

3 – Ajuda no emagrecimento

Graças ao treinamento e reeducação alimentar feita sob orientação de um nutricionista, na primeira semana o aluno já pode perceber a diminuição no percentual de gordura.

 

4 – Socialização

Para alguns alunos isto é muito importante. Essa interação em grupo na aula da natação, não só na piscina, mas em provas muda muito a cabeça dos jovens e se torna um ponto importante na vida da pessoa.

 

5 – Resistência muscular

Outro ponto já notado nas primeiras aulas. Assim como a parte cardiorrespiratória, a musculatura é muito usada logo de início. O aluno também irá perceber o aumento da resistência perante ao estímulo, que é pedido durante a prática.

Foto: Fotolia/eyeQ

Foto: Fotolia/eyeQ

6 – Coordenação motora

Este é um ponto muito importante, principalmente para as crianças. Ao iniciar qualquer tipo de atividade física, a coordenação tende a aumentar seu acervo e isso é algo que ela vai levar para a vida toda. É possível perceber durante a vida adulta, quem foi uma criança que subia em árvores e nadava e quem cresceu em um ambiente mais urbano.

Uma das maneiras de perceber isso é ver um adulto que “não sabe correr direito”. Ele até sabe correr, porém seu acervo motor não foi tão estimulado, então determinados movimentos ainda são novos.

 

7 – Respiração

Um ponto muito trabalhado na natação é: aprender à respirar. Vivemos com uma respiração automática e ninguém pensa, só respira. Ao tomar consciência desta respiração, ela se torna controlada e assim, você consegue cuidar da quantidade e intensidade de ar que inspira e expira. A natação te obriga a fazer isso, porque se você respirar a qualquer hora vai acabar inspirando água. Então, é preciso contar o número de braçadas antes de respirar, tornando a respiração controlada.

 

Participe da Meia Maratona do Descobrimento em Porto Seguro!

 

8 – Apneia

Ela engloba dois pontos: controle sobre respiração e a sobrevivência. Para alguns movimentos da natação é preciso ter controle em apneia, assim você se torna mais tolerante ao aumento de CO2 no corpo e prepara o corpo para este estímulo oxidativo.

 

9 – Grupos musculares

Natação é um dos exercícios mais completos pela demanda muscular. É impossível nadar sem ativar o core e mexer as pernas ou os braços.

 

10 – Água

Água te dá resistência, quanto mais fundo mergulhar, maior a pressão devido a resistência que ela exerce no corpo. A temperatura dá água também traz vantagens. Se a pessoa tem um processo inflamatório, nadar em água morna aumenta a circulação sanguínea e consequentemente também o processo regenerativo.

Last modified: fevereiro 23, 2017

Gabriel Gameiro
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.