Warning: getimagesize(https://www.webventure.com.br/wp-content/uploads/2017/02/20120306_130637_g.jpg): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/webventurecombr/public_html/wp-content/themes/designed/functions.php on line 1297
Foto: Pixabay

Grupo GPME de espeleologia completa 25 anos com evento comemorativo

Redação Webventure/ Montanhismo

Integrante do GPME mapeando a caverna de Itu (SP) (foto: Divulgação)
Integrante do GPME mapeando a caverna de Itu (SP) (foto: Divulgação)

Em 2012, o Grupo Pierre Martin de Espeleologia (GPME) completa 25 anos de existência como um dos mais atuantes em levantamento e mapeamento de cavernas e áreas cársticas até então, o grupo já atuou em mais de 1.100 cavernas.

Para celebrar, está sendo organizada uma cerimônia comemorativa no próximo dia 17 de março, no Bairro da Serra, em Iporanga (SP) cidade porta de entrada para as cavernas do Parque Estadual e Turístico do Alto Ribeira, o Petar, uma das regiões onde o grupo mais tem atuado (veja abaixo detalhes da festa, aberta a qualquer pessoa).

Além dessa comemoração, o GPME também vai promover outro evento para resgatar a história de Pierre Martin, espeleólogo francês radicado no Brasil que inspirou o grupo. Pierre morreu em 1986 e, caso estivesse vivo, completaria 80 anos no próximo dia 12 de maio (leia mais na terceira página desta reportagem).

“O evento comemorativo dos 25 anos será diferente dos aniversários anteriores”, explica Carlos Eduardo Martins, atual presidente do grupo. “Dessa vez, vamos convidar pessoas ilustres e a comunidade do entorno do Petar, que consideramos a extensão de nossa casa. Queremos reconhecer a importância e exaltar as pessoas que sempre abrigaram e auxiliaram o GPME em sua missão ao longo desses anos”.

>> Evento comemorativo dos 25 anos do GPME
Quando: 17 de março de 2012
Onde: Restaurante da Pousada da Diva, no Bairro da Serra, em Iporanga (SP)
Horário: a partir das 17 horas
Convite: R$ 25 (reservas pelo e-mail 25anos@gpme.org.br)
Depois do jantar haverá uma roda de viola no Camping do Benjamin

Oficialmente, o Grupo Pierre Martin de Espeleologia nasceu no dia 19 de março de 1987, da fusão de dois grupos de espeleologia o Quatá, formado por espeleólogos da cidade de Quatá, no interior de São Paulo, e o Antodites, formado por jovens da zona leste paulistana e do ABCD paulista.

Como fazia pouco tempo que Pierre Martin havia morrido em um acidente de carro, o grupo recém-criado resolveu homenageá-lo, dando seu nome à instituição. O ato simbolizou um sentimento muito presente naquele momento: meses antes do acidente, Pierre, preocupado com a renovação da espeleologia, passou a transmitir suas experiências e a trocar ideias com dois dos integrantes mais atuantes do Quatá: Roberto Rodrigues e Rogério Chrysóstomo.

Segundo integrantes do grupo, “a morte de Pierre cortou esse laço, mas a homenagem o eternizou em memória”. Três anos depois do acidente de vitimou Pierre, Rogério Chrysóstomo também viria a falecer em outro acidente de carro.

Pouco depois de sua fundação e já batizado definitivamente, o GPME agregava por volta de 15 integrantes, que atuavam principalmente no Petar, executando importantes trabalhos de levantamento de cavernas no parque paulista. Segundo eles, “essa experiência foi fundamental para que, em pouco tempo, o grupo ampliasse sua atuação para outras áreas cársticas do país”.

Ao longo desses 25 anos, a dedicação do GPME à espeleologia resultou em importantes trabalhos e atividades ligadas à conservação de cavernas e regiões cársticas, como o mapeamento da Caverna de Santana a maior do Estado de São Paulo , da Gruta do Riacho Subterrâneo, em Itu (SP) a maior caverna de granito do Hemisfério Sul , além de levantamentos espeleológicos em regiões cársticas inéditas, como na Serra do Calcário, em Central (BA), e em Presidente Olegário (MG).

Pierre Martin foi um dos principais pioneiros da espeleologia paulista e brasileira. Começou sua atividade espeleológica aos 12 anos der idade, na França. Em 1950, já morando no Brasil, ele conhece a Caverna de Santana, no Petar, realizando 14 anos depois o sonho de explorá-la.

A partir de então, Pierre passa a se envolver ativamente no desenvolvimento da espeleologia brasileira, sendo eleito, em 1970, presidente da Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE). Ele manteve intenso envolvimento e dedicação à atividade até seu falecimento em 1986.

“A ideia é que os velhos companheiros de Pierre Martin, pessoas direta ou indiretamente ligadas à espeleologia ou a instituições de pesquisa, apresentem pequenos testemunhos, acompanhados de fotos antigas e boas histórias, da engenhosidade desse que será o homenageado do dia.”, explica Ericson Cernawsky Igual, secretário do GPME.

Ao final serão concedidos títulos de mérito aos pioneiros da espeleologia e companheiros do espeleólogo francês.

>> Evento dos 80 anos de Pierre Martin
Quando: 12 de maio de 2012
Onde: Anfiteatro da Zoologia, no Instituto de Biociências da USP-SP
Horário: a partir das 13 horas

Este texto foi escrito por: Marilin Novak

Last modified: março 6, 2012

Redação Webventure
Redação Webventure