Foto: Pixabay

7 bebidas típicas de 7 lugares diferentes

Arquivo/ Expedições

Antigamente as bebidas tinham um baixo teor alcoólico, já que eram produzidas apenas pelo processo de fermentação. Com o desenvolvimento do processo de destilação surgiram as primeiras mais fortes, após a Revolução Industrial elas passaram a ser produzidas em grande escala e por toda a parte, usando principalmente matérias primas locais.

As bebidas alcoólicas foram se tornando parte da gastronomia e da cultura de onde são produzidas, hoje diversos países têm as suas “bebidas típicas”. O Webventure listou algumas das mais famosas.

1. Vodca Rússia e países do Norte da Europa

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Sem dúvidas, uma das bebidas mais consumidas no mundo, a vodca tem sua criação alegada por suecos, finlandeses, russos, ucranianos, poloneses, bielorrussos, lituanos e até os cervejeiros alemães dizem que eles que a inventaram. O nome vodca significa em eslavo algo como “aguinha”. A bebida é produzida de maneiras diferentes, algumas receitas levam batata, soja, milho, uva, cevada, amoras e melaço, depende da região. A vodca costuma ter teor alcoólica entre 20% e 70% e pode ser consumida pura ou em coquetéis.

2.Tequila México

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Também bastante conhecida mundialmente, a tequila é tipicamente consumida com sal e limão. A bebida que era encontrada apenas no México e na fronteira com os Estados Unidos, passou por um forte marketing e conquistou bares do mundo inteiro. Ela também pode ser consumida pura, com cerca de 40% de teor alcoólico, mas serve de base para drinks famosos, como Margarita e Tequila Sunrise.

3. Arak Israel

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

É uma bebida alcoólica destilada com sabor de anis. Ela é consumida diluída em água ou tomada pura com gelo. A bebida clara, incolor, não adoçada também é bastante servida na Palestina, no Líbano, Jordânia, Iraque e Síria, e é muito semelhante ao ouzo grego. Quando diluído em água, o arak adquire um aspecto leitoso e chamado de “leite de camelo”.

4. Rum Caribe

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

A bebida caribenha, não à toa muito consumida nas praias, é a base de vários coquetéis, como daiquiri, mojito, piña colada e cuba libre. O rum é um destilado a base de cana de açúcar, assim como a cachaça, seu álcool é extraído a partir do melaço. Com teor alcoólico médio de 40%, a bebida é bem popular em Barbados, Cuba, Jamaica e Trinidad e Tobago.

+ As inscrições para a Gillette Body Running já estão abertas. Clique aqui!

5. Saquê Japão

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

No país que mais consume arroz no mundo, a bebida nacional não poderia ser feita de outra coisa a não ser do cereal. O saquê é tradição japonesa e está presente em todas as cerimônias comemorativas, como as festas de ano-novo, inaugurações e casamentos. Ele pode ser apreciado quente (aquecido em banho-maria), ao natural ou bem gelado, dependendo da época do ano ou do gosto da pessoa. Usos modernos incluem misturas com frutas, como as ‘sakerinhas’ de jabuticaba, kiwi e lichia, o teor de álcool varia entre 15% e 20%.

6. Absinto Suíça

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Houve uma época em que este destilado de ervas era comercializado com um tóxico teor alcoólico de mais de 70%, por isso chegou a ser banido em alguns lugares, por ser considerado entorpecedor. Naturalmente verde, o absinto teve que passar por algumas transformações para voltar a ser comercializado em bares. Em geral, ele é consumido acrescentado com água gelada e açúcar, posto em uma colher especial e vagarosamente diluído. O líquido resultante ganha um aspecto leitoso.

7. Pisco Chile e Peru

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Até hoje não se sabe ao certo a origem da bebida, Chile e Peru disputam sua paternidade. Este destilado do mosto do vinho é apreciado puro ou em drinks como o clássico pisco sour e pode ser encontrado facilmente em empórios, restaurantes ou adegas dos dois países. O teor alcoólico costuma variar entre 30% e 40%.

Este texto foi escrito por: Carolina Abrantes

Last modified: maio 9, 2017

Arquivo