Foto: Pixabay

Volta de Ilhabela: Conquista da Coroa chega à terceira edição

Redação Webventure/ Canoagem

Prova de 90 km de OC6 será disputada por equipes de 12 atletas no dia 1º de dezembro.

A Volta de Ilgabela - Conquista da Coroa será disputada por equipes de 12 atletas. | Foto: Maristela Colucci / Divulgação

A Volta de Ilgabela – Conquista da Coroa será disputada por equipes de 12 atletas. | Foto: Maristela Colucci / Divulgação

Em 2018, a Volta de Ilhabela – Conquista da Coroa – chega a sua terceira edição e será realizada no dia 1º de dezembro com largada às 6h da manhã na praia de Itaquanduba. O desafio de canoa havaiana será disputado por equipes de 12 atletas, que se revezarão ao longo do percurso de 90 km.

O contorno da ilha será realizado pelo lado sul, para que os atletas cheguem à temida Ponta do Boi ainda na primeira metade da prova, antes do horário em que os ventos ficam mais fortes.

“Como Ilhabela é a capital da vela, depois da metade do dia começa a ventar e a pior parte do percurso é a Ponta do Boi, que desta forma fica no primeiro terço de prova, com os times chegando mais descansados e antes do horário do vento. Se a gente fizesse a volta no outro sentido, os times chegariam nesse trecho depois de dois terços de prova, mais cansados e com grandes chances de estar ventando”, explica Marcos Möller, organizador da prova.

A canoa que retornar primeiro à praia de Itaquanduba conquista a coroa, que foi produzida especialmente para o evento, é banhada a ouro, protegida por uma redoma de vidro e tem sede permanente no Paddle Club Ilhabela. Todos os anos, a organização grava o nome e o tempo da equipe campeã em uma plaquinha, que é fixada na caixa de madeira que protege a coroa.

Em 2017, quem teve o nome gravado foi a equipe Base Alpha Ilhabela, formada por atletas da própria ilha, que foram os campeões com o tempo de 7h33.

As equipes devem passar pela temida Ponta do Boi na primeira metade da prova. | Foto: Maristela Colucci / Divulgação

As equipes devem passar pela temida Ponta do Boi na primeira metade da prova. | Foto: Maristela Colucci / Divulgação

“Ano passado fizemos a prova com 12 canoas e equipes de várias cidades, como Brasília, Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba e São José dos Campos. Este ano devemos aumentar esse número para pelo menos 15 canoas e esperamos contar mais uma vez com participantes de todo o Brasil”, avalia Marcos.

O evento terá sede na Marina Porto Ilhabela, onde serão realizadas diversas atividades ao longo do dia para entreter parentes e amigos dos atletas, além de incentivar a prática da canoagem entre todos os presentes. Professores do Paddle Club farão clínicas para ensinar princípios básicos tanto da canoa havaiana como de stand up paddle.

+ Participe da Spartan Race!

“Vamos ter um espaço montado para que as famílias, os convidados ou qualquer pessoa que esteja na praia possa acompanhar e curtir a prova. A ideia é colocarmos um GPS em cada canoa e exibir a localização delas em tempo real em um telão. Além disso, pretendemos organizar uma exposição de fotos e ter algumas canoas à disposição para quem quiser fazer aulas e assim incentivarmos o esporte”, ressalta Marcos.

No entanto, as atividades não terminam com a chegada de todas as equipes. Os atletas poderão celebrar as conquistas e superações pessoais com seus parentes e amigos em uma festa na área de eventos da Marina Porto Ilhabela, com coquetéis tropicais e pokes, no melhor estilo havaiano.

As inscrições para a Volta de lhabela – Conquista da Coroa 2018 estão abertas e podem ser realizadas aqui.

Last modified: outubro 11, 2018

Redação Webventure
Redação Webventure