Foto: Pixabay

Kiev: conheça a capital da Ucrânia pelos olhos de um turista

Gabriel Gameiro/ Destaque, Destino Aventura, Viagem

Com origens no século V, Kiev é uma das cidades mais antigas da Europa Oriental e principal destino turístico da Ucrânia. Localizada na parte central do país, às margens rio Dnieper, a capital ucraniana tem uma rica história e um deslumbrante conjunto arquitetônico, com algumas das igrejas mais belas da Europa, mosteiros, monumentos, ruínas e edifícios emblemáticos.

A Ucrânia é um dos países mais visitado do Leste da Europa. Se você está procurando um destino de viagem verdadeiramente único, visite Kiev. A capital ucraniana é o lar de séculos de história e cultura. Após o país tornar-se independente em 1991, Kiev virou um local turístico popular para os viajantes da União Europeia, que não precisam de visto para atravessar as fronteiras, bem como os viajantes de (quase) todo o mundo. Brasileiros também não precisam de visto. O empresário Renato Brandão conheceu a cidade e tem algumas dicas para quem vai à Ucrânia. “Ao ir para o leste europeu, se acostume a fazer mímicas. Vai ser necessário já que não são todas as pessoas que falam inglês”, brinca.

Foto: Iuliia Sokolovska/Fotolia

Foto: Iuliia Sokolovska/Fotolia

Se você gosta de comer, se prepare, porque talvez você tenha certa dificuldade já que lá muitos habitantes não falam inglês e as placas informativas também não tem essa língua. “Logo no primeiro dia fui a um restaurante e eu estava com muita fome. Foi nesse mesmo momento que vi que além das pessoas não falaram inglês eles também não tem placas explicativas em inglês. Então foi aí que percebi que teria que contar com as minhas mímicas e com a sorte”, lembra Brandão.

Aliás, se você busca dicas do que comer, Renato lembra de dois pratos locais que ele sente falta até hoje. “Fiquei vidrado em uma sopa, que depois descobri ser típica. Chamada Borsh, é feita com uma série de legumes, carne e sour cream, além de bastante beterraba, o que deixa a sopa roxa. Tem também uma tortilla de batata que é típica e muito gostosa”, conta.

Foto: sonatali

Foto: sonatali

De cordo com Renato, passeios é o que não falta. “A vida noturna é bem agitada, apesar do frio existem muitas baladas para se conhecer. E tem para todos os gostos, tocam de tudo, desde musica latina, rock, blues, entre outros. Também passei pelo estádio do Dynamo de Kiev, mas infelizmente ele estava fechado para visitação porque eles estavam fora de temporada”.

“Nesse mesmo dia nos reunimos no final em uma cervejaria chamada Old Bar. Muitos rótulos de cerveja e lanches bons também. Foi nesse momento que percebi que eu era rico em Kiev, ficamos bebendo por mais ou menos 4 horas em cinco pessoas e a conta final de todos deu o equivalente a R$ 76,00”, lembra. Se você quiser fazer uma tatuagem a Ucrânia pode ser um bom lugar para isso já que lá eles cobram um preço mais baixo que aqui no Brasil. “Antes de ir, li que a Ucrânia tem ótimos e baratos tatuadores. Pesquisei direito e fiz duas tatuagens”, conta o empresário.

Conheça alguns lugares turísticos para visitar na cidade:

1. Catedral Santa Sofia

Foto: Youtube

Foto: Youtube

Símbolo arquitetônico da cidade, o templo é a mais antiga igreja que permaneceu de pé em Kiev. Muitos elementos, como os preciosos mosaicos e afrescos no interior, são originais, de quando a catedral foi erguida para comemorar a vitória do Príncipe Yaroslav na proteção da localidade contra os pechenegues. O exterior que vemos hoje é o resultado de uma remodelação do século 18, período em que foram adicionados as cúpulas e a torre sineira, cujo topo descortina uma bela vista para a capital ucraniana. Em 1990, a construção foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

2. Museu Nacional de Chernobyl

Em 1986, uma tragédia sem precedentes na usina de Chernobil tornou-se o pior acidente nuclear do mundo. Os altos níveis de radiação forçaram a evacuação de mais de cem mil pessoas da região circundante. Na década de 1990, foi criado um museu que, além de exibir objetos, fotos e documentos que retratam a catástrofe com detalhes, funciona como um santuário para todos que, de certa forma, se envolveram com o terrível desastre que marcou a história do país.

3. Praça da Independência

Foto: jefferson world trip

Foto: jefferson world trip

Até a independência da Ucrânia da antiga União Soviética, em 1991, a praça central da cidade de Kiev era chamada de Praça da Revolução de Outubro. No lugar onde ficava uma estátua de Lênin encontra-se, hoje, um importante monumento à independência. Desde a configuração da nova esplanada, o local virou um ponto de encontros, movimentos populares e protestos, como a Revolução Laranja de 2004, quando a população questionou as eleições presidenciais.

Last modified: setembro 5, 2017

Gabriel Gameiro
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.