Home / Conteúdo / Notícia

Notícias

Por Jurandir Lima (arquivo) | 29/10/1999 - Atualizada às 19:52

Parque Nacional Serra da Capivara

  • A paisagem mais famosa do parque Crédito: Jurandir Lima
  • Desenhos rupestres Crédito: Jurandir Lima

por Jurandir Lima

Desde 1991, o Parque Nacional Serra da Capivara está incluído na lista do Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Está localizado no sudeste do Estado do Piauí a 530 quilômetros da capital, Teresina, ocupando áreas dos municípios de São Raimundo Nonato, João Costa, Coronel José Dias e Canto do Buriti. Foi criado em junho de 1979 e conta com uma área de 130 mil hectares.

O interesse internacional pelo Parque começou em 1975 quando a França liberou verbas para pesquisa, fato que se repetiu em 1978. Mais tarde iniciou-se um trabalho de parceria com instituições brasileiras. Graças ao trabalho em conjunto foi revelado em 1981, a existência de carvão com mais de 48 mil anos. O material encontrado foi resultado das escavações da arqueóloga brasileira Niède Guidon e a datação foi determinada com a utilização do Carbono-14, mas de acordo com a arqueóloga existem no Parque materiais mais antigos, cuja profundidade não pode ser alcançada pela medição do C-14. Se os cálculos de Guidon estiverem corretos pode-se descobrir que os primeiros homens chegaram há aproximadamente 60 mil anos na Pedra Furada.

Este trabalho revolucionou a tradicional teoria de que o homem surgiu no continente americano há 12 mil anos. O homem pré-histórico deixou suas marcas por todas as partes do Parque. Entre estas marcas destacam-se as pinturas rupestres, representações gráficas da cultura dos povos que habitavam o que é hoje uma das mais importantes unidades brasileiras de conservação ambiental.

Outras características que pesaram na decisão da criação deste Parque foram:
Ambientais – área semi-árida, fronteiriça entre duas grandes formações geológicas; a bacia sedimentar Maranhão-Piauí e a depressão periférica do rio São Francisco, com paisagens variadas nas serras, vales e planície com vegetação de caatinga (Serra da Capivara é o único Parque Nacional situado no domínio morfoclimático das caatingas), a unidade abriga fauna e flora específicas e pouco estudadas;
Turísticas – com paisagem de uma beleza cênica natural surpreendente, com pontos de observação privilegiados, esta área possui importante turismo cultural e ecológico, constituindo uma alternativa de desenvolvimento para a região, cujos recursos naturais são limitados pelas épocas da seca. Toda a infra-estrutura deste parque foi instalada com recursos oriundos dos bancos da França e do Japão.

A Fauna - A fauna da Caatinga quando comparada á de outros ambientes como a Floresta Amazônica e mesmo o Cerrado, possui um número reduzido de espécies. Isto se deve às características do clima, que excluem espécies animais e à própria estrutura do ambiente, que apresenta uma complexidade menor que, por exemplo uma floresta tropical. O maior animal predador de toda a região é a onça-pintada, que pode chegar a 50kg e se alimenta de praticamente qualquer outro animal que possa capturar. Algumas espécies animais como o Mocó (roedor), são bastante encontrados no Parque, assim como aves ameaçadas de extinção no Nordeste do Brasil, como o Urubu-Rei e Arara Vermelha. O animal mais encontrado é o lagarto de costas vermelhas, que não existe em outras regiões do país.

A Vegetação - Segundo os estudiosos existem mais de mil espécies vegetais neste Parque, mas pouco mais de seiscentas foram catalogadas. Plantas espinhosas como o Xique-xique, O Mandacaru, o Facheiro, o Quipá , a Coroa-de-frade e o Rabo-de-raposa são responsáveis pela composição de um visual único. Algumas plantas encontradas no Parque têm adaptações morfológicas e anatômicas que se combinam para resistir à seca. Em alguns casos as folhas mudam de posição para se protegerem do sol.

O Clima - A temperatura média anual é de 28ºC; a estação das chuvas vai de outubro até o início de maio. O período mais quente do ano vai de outubro ao final de novembro quando a temperatura média fica em torno de 35ºC. Em junho, mês mais frio, no sopé da Serra da Capivara as noites ficam com mínimas próximas a 10ºC. Há registros em que a temperatura na região chegou a 47ºC.

Jurandir Lima (arquivo)


Colaborador do Webventure, é fotógrafo, engenheiro ambiental e diretor da Trilhas & Trilhas Ecoturismo, que faz expedições e passeios em todo território nacional.

Comentários

Publicidade

Publicidade