Home / Conteúdo / Notícia

Notícias

Por Gabriela Morelli (arquivo) | 18/03/2004 - Atualizada às 11:30

Manutenção da bike no verão

  • Encarou trilhas com lama e detonou a sua bike? Basta fazer a manutenção correta. Crédito: Arquivo pessoal
  • Para evitar ferrugem, é preciso secar e lubrificar os cabos. Crédito: Arquivo pessoal
  • Após lavar a sua corrente, seque-a bem e aplique um óleo spray desingripante. Crédito: Arquivo pessoal

Gabriela Morelli, em nova coluna, ensina cuidados essenciais para cuidar da bike.


Saiu para pedalar e foi surpreendido por aquela chuva de verão? Encarou trilhas com lama e detonou a sua bike? Calma, se você fizer uma manutenção adequada, sua bike estará pronta para outra. Se você não tem tempo nem dinheiro para fazer uma revisão constante em bicicletarias especializadas, essas dicas vão ajudar muito.

Após o pedal, a primeira coisa a ser feita é lavar bem a sua bike. Retire o excesso de lama com água corrente. Os componentes da relação como catraca, corrente e coroas devem ser lavados e escovados com querosene. Para isso você pode usar tanto uma escova própria (encontrada em bicicletarias), como uma escova de dente velha. O quadro e suspensão devem ser lavados com uma esponja (macia para não gerar riscos), sabão e água.

Enxugue bem a bike com um pano macio. Agora você deve dar atenção especial para os componentes mais afetados pela lama:

Cabos e conduítes
Com a chuva, os cabos podem enferrujar. Para evitar isso, você precisa secá-los e lubrificá-los. Solte os cabos. Os cabos de freio você consegue soltar abrindo os V-brakes. Puxe o conduíte para cima e aplique no cabo um óleo spray desingripante (WD-40), passe um pano para retira o excesso e aplique uma graxa própria para bicicletas.

Faça o mesmo com os cabos dos câmbios dianteiro e traseiro. Para isso posicione o câmbio traseiro na menor catraca, deixando o cabo frouxo. Puxe o conduíte e aplique o desingripante e a graxa. Monte novamente os cabos e conduítes. Aperte os manetes de freio da sua bicicleta várias vezes para espalhar bem o óleo e a graxa. Se você não possui uma graxa adequada, em uma emergência pode-se usar apenas o desingripante.

Corrente
Após lavar a sua corrente, seque-a bem e aplique um óleo spray desingripante (WD-40). Isso repele a umidade e evita que a corrente enferruje. Após esse desingripante aplique um óleo, de preferência um específico para bicicleta como “finish line”.

Cubos, movimento central e caixa de direção
Também são afetados pela chuva mas não tão intensamente, a não ser que você entre num rio com a sua bike. Para esses componentes, eu sugiro que você procure um mecânico especializado, pois cada cubo tem um mecanismo específico, alguns são rolamentados e você precisará de ferramentas específicas para desmontá-los, o mesmo pode ser dito para caixa de direção e movimento central. Se você pedala bastante em condições de chuva e lama, eu recomendo pelo menos uma revisão geral por mês. Entretanto, tomando esses pequenos cuidados com a manutenção e não percebendo maiores problemas com seus cubos, movimento central e caixa de direção, o prazo entre as revisões pode ser estendido.

Dica: Se você chega exausto do pedal e não tem pique para fazer toda essa manutenção da bike no mesmo dia, pelo menos jogue uma água na bike para retirar o excesso de lama e passe um lubrificante spray na corrente e câmbios dianteiro e traseiro. Isso evita que os componentes enferrujem de um dia para o outro.

Gostou da coluna? Tem alguma crítica ou sugestão? Por favor, me escreva, posso estar respondendo a sua pergunta na próxima coluna. Até lá!

Gabriela Morelli (arquivo)


Colunista do Webventure, é atleta profissional de mountain bike há 4 anos, bicampeã paulista (2002 e 2003) e campeã Interestadual em 2002. Na seleção brasileira de cross-country desde 2001, já participou de três Campeonatos Pan-americanos (Brasil, Chile e Colômbia). Apoio: Airbone, Sram, Rock Shox, Six six one, Swásthya Yôga e Academia Vibração.

Comentários

Publicidade

Publicidade