Home / Conteúdo / Notícia

Notícias

Por Ana Gandolfo | 27/09/2013 - Atualizada às 16:56

Boa postura garante bons resultados

Quando praticamos algum esporte, às vezes, não observamos nossa postura. Isto é normal. Mas e quando a dor permanece? Ir à um médico pode ser a melhor saída.

Quem nunca sentiu aquela dorzinha durante a prática de algum esporte e resolveu continuar porque achou que não era nada demais? Problemas na lombar, tendão de Aquiles e tendinites no ombro são as maiores causas de dores em praticantes de esportes.

A atleta profissional de Stand Up Paddle e kaiaksurfer, Roberta Borsari, conta um pouco sobre os desafios de se remar em um ambiente instável, a água, e de como se prevenir para praticar o esporte de maneira saudável. Segundo ela, as lesões aparecem sim e, para cada dor há um tratamento específico. Borsari sofreu um acidente onde machucou o ombro, mas o impacto não foi forte o bastante para ela parar com o que mais gosta, o SUP. Mesmo assim, não ignorou o fato e realizou treinamentos funcionais localizados para o ombro. Depois de fortalecido, voltou aos treinos normalmente e aos mais intensos também.

Além do SUP, Roberta pratica o kaiaksurf. A atleta realiza treinos funcionais para melhorar o rendimento. Foto: Steve-Farthing Além do SUP, Roberta pratica o kaiaksurf. A atleta realiza treinos funcionais para melhorar o rendimento. Foto: Steve-Farthing

“Foi em 2006 quando aconteceu minha lesão. Estava saindo do mar quando uma onda me impactou com o remo e machuquei o ombro. Sempre faço treinamentos funcionais para fortalecer os músculos, além de praticar ioga, alongamentos e musculação. Estas atividades melhoram meu desempenho. Fora esta lesão machuquei o pulso, mas também nada grave”, comenta Roberta, primeira atleta a realizar uma travessia em mar aberto.

A dor é reflexo do corpo afirmando que algo está errado. Melhor do que continuar o esporte com dor é trabalhar a região do corpo para que ela não volte e prejudique o rendimento.

“Uma boa postura é fundamental para a longevidade no esporte. Visito o ortopedista regularmente para poder praticá-lo por muito tempo”, comenta.

Não temos escolhas. Antes da prática de qualquer tipo de modalidade temos que alongar o pescoço, as mãos, os braços, as pernas, os pés e, principalmente, as costas. Sem este aquecimento há chances de aparecer algum tipo de dor ou possíveis câimbras, totalmente indesejáveis.

André Felipe Ninomiya é ortopedista e concorda com a atleta, a postura é fundamental para um bom rendimento no esporte. Por exemplo, a caminhada, assim como o trekking, exigem que o ciclo da marcha seja praticado por inteiro. Este ciclo conta com toque de calcanhar, aplanamento no solo e desprendimento do dedão, ideal para um exercício sem dores.

"Mas não adianta realizar a marcha completa se sua coluna não estiver ereta. A postura é fundamental para um bom desempenho”, explica Ninomiya.

O limite da dor não existe, ou seja, quando sentir dores recorrentes é sempre bom procurar um profissional para auxiliar qual será o exame e, assim, equilibrar o corpo novamente. Cada esporte com suas exigências. O que importa é observar como realizamos as atividades e não forçar quando o corpo não responder mais com naturalidade.

“Vale lembrar que a medicina preventiva é sempre gratificante. Procurar um médico antes de começar as atividades físicas melhora o desempenho, pois, muitas vezes não sabemos o que nosso corpo está em déficit. Ele pode te avisar durante a prática esportiva e isso cai o rendimento. Sentiu dor, procure um médico”, finaliza Ninomiya.

Relacionadas

Comentários

Publicidade

Publicidade