Foto: Pixabay

Gosta de granola? Saiba porque escolher a versão artesanal desse alimento

Christina Volpe/ Nutrição, Saúde

Produto industrializado pode conter grande quantidade de açúcar e prejudicar alimentação

Consumir granola com frutas e iogurtes já é hábito para muitas pessoas que tendem a seguir uma alimentação saudável. Ela costuma ser uma ótima opção, já que possui fibras e cereais que muitas vezes não ingerimos e são importantes para o dia a dia.

Mesmo com os benefícios a médica nutróloga Dra. Ana Luisa Vilela alerta para a importância de observar os ingredientes. “Antes de comprar na versão industrializada é necessário ver se as frutas estão acrescidas de açúcar ou mel. Ela pode ser rica em índice glicêmico aumentando assim calorias e não sendo boa opção para diabéticos e para quem busca perder peso”.

Cuidado ao escolher a granola, ela pode ter ingredientes que você nem imagina Foto: Fotolia

Cuidado ao escolher a granola, ela pode ter ingredientes que você nem imagina Foto: Fotolia

A nutricionista Fernanda Grijó enfatiza sobre os diversos nomes que o açúcar pode ter. “Às vezes ele aparece mais de uma vez na lista como xarope de glicose, além de acrescentarem óleo vegetal, sal e aromatizantes sintéticos. Quando indico reforço a importância de verificar isso. Sempre escolha a versão mais simples possível”.

“Além da granola você também pode investir em outras opções de fibras como aveia (flocos finos ou grossos), farelo de aveia, farinha de linhaça ou até semente de chia”, diz Fernanda.

Clique aqui e inscreva-se para a Indomit Pedra do Baú!

Pode até parecer difícil, mas produzir sua própria granola é uma opção, assim como comprar as versões orgânicas e feitas artesanalmente. “Quanto menos industrializados, açúcares e carboidratos o alimento puder ter, é melhor”, finaliza a nutróloga Ana Luisa.

Granola Zen

Quem se apaixonou pela granola caseira e hoje faz até mesmo a sua própria versão para consumo venda, foi a fotógrafa e ceramista Kiki Shuden. “Tudo começou em Florianópolis quando experimentei a versão caseira através de um casal de amigos. Fizemos o teste ao voltar para São Paulo e deu super certo, as crianças adoraram”, lembra.

Kiki produz granola artesanal e com produtos selecionados Foto: Arquivo Pessoal

Kiki produz granola artesanal e com produtos selecionados Foto: Arquivo Pessoal

No início Kiki e seu marido faziam apenas para si e amigos, até que os pedidos começaram e um evento vegano estimulou o aumento da produção. “Fizemos vários testes definindo ingredientes até que encontramos uma receita. Tudo começa na seleção dos ingredientes, dedicamos o dia todo para encontrar os melhores produtos. Depois os ingredientes são tostados separadamente, pois cada um tem o seu tempo para isso. Misturamos nas proporções ideais na sequência e acrescentamos outros ingredientes que darão a liga e aparência ao produto final”.

A fotógrafa usa em média 16 ingredientes, são eles: semente de girassol, abóbora, linhaça, chia, gergelim, crispies de arroz, amêndoas, nozes, uva passa, goji berry, coco em flocos, óleo de coco, melado, flocos de aveia, arroz e centeio.

“A família toda participa da produção. Atualmente estamos pesquisando, estudando e experimentando as barrinhas de cereais e granolas salgadas também. Quando descobri que podia fazer minha própria granola nunca mais precisei consumir outro tipo além das artesanais”, conta.

Saúde é reflexo de boa alimentação

“O mais legal de tudo, além de ser uma fonte de renda alternativa, é o movimento que a granola gera. Estamos sempre em contato com pessoas interessantes, que estão atentas a esta questão do alimento integral e consumo consciente. Graças a granola fortalecemos e aumentamos uma rede de pessoas de todos os níveis de produção, da roça ao consumidor final. A nossa granola vem pra cuidar do ser humano primeiro, depois olhar para o mercado, por isso praticamos um preço justo”, completa Kiki.

Confira uma receita de granola caseira da nutricionista Fernanda Grijó

Ingredientes

– 4 xícaras de aveia em flocos (não pode ser flocos finos)
– 2 colheres de sopa de coco ralado (sem açúcar)
– ½ xícara de castanha do Brasil picada (pode ser amendoa, amendoim, nozes ou avelã)
– 2 colheres de café e canela
– 1 pitada de sal
– 1 colher de sobremesa de cacau em pó (sem açúcar)
– ½ xícara de mel
– 1 clara em neve (sem adicionar açúcar)

Modo de preparo

1. Misture os ingredientes em uma vasilha, exceto as claras em neves;

2. Bata a clara em neve e vá adicionando aos poucos a mistura da vasilha (a clara ajuda a dar liga sem utilizar gordura e mantém a crocância da granola por mais tempo);

3. Coloque essa mistura em uma forma antiaderente e vá adicionando aos poucos a mistura da vasilha (a clara ajuda a dar liga sem utilizar gordura e mantém a crocância da granola por mais tempo);

4. Ela ficará com a aparência igual a granola que é comprada no mercado. É só tirar do forno e esperar esfriar e já está pronta para o consumo;

Dicas

– Guarde em um pote que seja hermeticamente fechado para durar por mais tempo. Aconselho a consumir em no máximo 10 dias.

– Consuma essa granola com frutas, iogurte, vitamina, talvez até em um leite com achocolatado para seu filho.

Last modified: fevereiro 20, 2018

Christina Volpe
Christina Volpe
Comecei como corredora, depois me tornei jornalista e repórter do Webventure. Hoje sou editora e convivo diariamente com o esporte há 3 anos. Meu coração bate mais forte toda vez que um atleta conquista seu objetivo, um evento acontece e assisto uma competição emocionante. Sempre estou aprendendo e dando meu melhor.