Foto: Fotolia

Saiba quais são as exigências brasileiras para pilotar um jet ski

Foto: Fotolia

Motos aquáticas exigem habilitação específica/ Foto: Fotolia

Durante o verão o jet ski faz a diversão de quem tem rios, praias e lagos por perto. Mas ainda assim, é importante lembrar que a moto aquática não é brincadeira e pode causar graves acidentes. Por isso, não basta ter um jet ski e sair pilotando. Cada país tem suas próprias regras para a utilização do veículo.

No Brasil, a legislação exige uma habilitação autorizada pela Marinha nacional para conduzir uma moto aquática. Para obter o documento é preciso:

– Ter mais de 18 anos de idade,

– Fazer um curso de no mínimo três horas de duração, caso já tenha experiência com embarcações. Ou de seis horas de duração, se for amador,

– Depois é necessário marcar uma prova na Capitania dos Portos, apresentar um exame médico que indique se há alguma limitação física ou mental e pagar uma taxa.

Em geral, após passar no teste, a habilitação demora 30 dias para ficar pronta e tem a validade de dez anos.  Conduzir jet ski sem permissão é considerado uma infração administrativa sujeito a multa entre R$ 40 e R$ 3.200 e possível apreensão da embarcação.

Clique aqui para participar do Circuito Rei e Rainha do Mar!

Além de tirar a documentação, o condutor de moto aquática deve respeitar algumas regras básicas prevista na legislação específica, como:

– Sempre utilizar o colete salva-vidas adequado para a sua massa corpórea

– Utilizar apenas motos aquáticas registradas em delegacia regional

– Pilotar com o mínimo de distância de 200 metros da costa, para evitar acidentes com banhistas

– Usar sempre a chave de segurança atada ao colete salva-vidas ou ao pulso do condutor, pois, caso a pessoa caia do equipamento, a chave sai da ignição e a máquina ou para automaticamente ou tem a velocidade reduzida, fazendo movimentos circulares, evitando que a moto seja projetada em direção a outras pessoas.

No Brasil, os campeonatos são organizados pela Associação Brasileira de Jet Ski/ Foto: Fotolia

No Brasil, os campeonatos são organizados pela Associação Brasileira de Jet Ski/ Foto: Fotolia

Apesar de ser muito usada para o lazer, desde 1992 ocorrem competições de jet ski no Brasil, organizadas  pela Associação Brasileira de Jet Ski. Há três modalidades diferentes: circuito fechado, slalon (corrida contra o relógio) e endurance (provas de longa duração). Cada uma delas é segmentada em categorias, que variam de acordo com o modelo da moto aquática e o grau de habilidade do condutor.

 

Last modified: fevereiro 23, 2018

Carolina Abrantes
Carolina Abrantes
Estudante de jornalismo, já metida a repórter. Encantada pelo mundo dos esportes e pela forma como eles podem mudar a vida das pessoas.