Foto: Lucian Milasan/Fotolia

Dublin: conheça os principais pontos turísticos dessa cidade irlandesa

Dublin, apesar do clima chuvoso e friozinho é uma cidade encantadora e apaixonante! Cortada pelo Rio Liffey que separa o lado Sul do lado Norte, a cidade é cheia de história. Dublin é marcada pela diversidade de sua população, uma mistura entre europeus, asiáticos, africanos, indianos e americanos (do Sul e do Norte). A life coaching e gestora de RH Aline Zil morou lá por três anos e voltou cheia de histórias para contar.

Nessa capital, relativamente pequena, há diversão e passeios para todos os gostos, como parques, pubs, museus, castelos, catedrais, uma arquitetura de tirar o fôlego. A República da Irlanda é predominantemente católica, e isso pode ser vista pelas inúmeras catedrais em todos os cantinhos da cidade. As mais famosas e que você não pode deixar de visitar, segundo Aline, são:

St. Patrick’s Cathedral

Foto: oparauschebart/Fotolia

Foto: oparauschebart/Fotolia

Localizada em D8, é considerada a Catedral Nacional da Ilha, sendo a maior catedral, com mais de 800 anos de história e cultura. Ela começou com uma capela, tempos depois, foi reformada e ganhou paredes de pedra. A catedral possui muitos objetos do escritor Jonathan Swift, escritor do livro “As Viagens de Gulliver”, por ele ter sido o responsável pelo local durante anos.

Christ Church Cathedral

Foto: gaborphotos

Foto: gaborphotos

Também com quase 1 milênio de existência, a Christ Church é uma Catedral imponente, localizada bem próximo à St. Patrick’s Cathedral e com uma ligação com o museu Dublinia. A própria igreja também é um museu, abrigando exposição permanente “Treasures of Christ Church”, de objetos que contam sua história.

“As visitas às Catedrais são pagas e os valores giram em torno de €10. Porém, se for em horário de missa, a entrada é gratuita”, conta a gestora de RH. Os Parques também são muito bem cuidados e importantes pontos turísticos. “Alguns deles já foram cenário de filme”, lembra Aline.

St. Stephen’s Green Park

Foto: Airi Pung/Fotolia

Foto: Airi Pung/Fotolia

Localizado em D2, o parque fica no final da Grafton Street, rua famosa pela descoberta de cantores e bandas (U2, Ed Sheeran, entre outros). O lugar foi cenário do filme Leap Year (Casa comigo? – em português). É um parque fechado e ocupa uma área retangular, que fica muito próximo ao coração de Dublin. Hoje é cercado por prédios que abrigam empresas, lojas, hotéis e restaurantes bem no meio de um distrito comercial, mas nem sempre foi assim.

St. Anne’s Park

Localizado em D5, o parque é muito agradável para crianças, com playgrounds, espaço para bicicletas, patins, skates, e trilhas. Lá há mais de 1.000 tipos de árvores, além de 35 campos para prática de esportes, 18 quadras de tênis, um campo de golfe e áreas para piquenique, o parque tem muito a oferecer.

Phoenix Park

Foto: akalinin/fotolia

Foto: akalinin/fotolia

Localizado em D7, é a maior área verde urbana da Europa com mais de 14 km² de verde. Ali fica localizada a casa do Presidente Irlandês. Nesse parque encontramos famílias de veados bem dóceis, eles até costumam aceitar cenouras dos visitantes. O parque também abriga o Zoológico da cidade.

Merrion Square

Foto: kevers/Fotolia

Foto: kevers/Fotolia

O parque está localizado em frente à casa de Oscar Wild (famoso escritor Irlandês). Há algumas coisas bem interessantes dentro da Merrion Square, como por exemplo o grande número de estátuas que representam personalidades importantes como Michael Colli, Henry Grattan, Oscar Wild, entre outros.

Para quem é chegado em compras, Aline destaca dois shoppings de Dublin:

 Blanchardstown Shopping Centre

Localizado em D15 (um pouco afastado do centro da cidade) o local é cheio de Outlets. Um shopping bem parecido com os nossos aqui do Brasil, com cerca de 180 lojas e rodeado de descontos.

Stephen’s Green Shopping

Foto: PHB.cz/Fotolia

Foto: PHB.cz/Fotolia

“Além das lojas a arquitetura interna do shopping é apaixonante!”, afirma Aline. O shopping, que tem mais de 100 lojas, fica localizado em frente ao Stephen’s Green Park em D2.

Assim como em toda a Irlanda, não poderia faltar um Castelo. “Dublin Castle com suas torres medievais foi construído em 1204 e ficou sobre o domínio da Inglaterra até 1922, quando com a independência da Irlanda, passou a ser marco histórico dessa conquista”, explica Aline. Porém em Abril de 1684, um incêndio destruiu grande parte do prédio, só que as estruturas vikings sobreviveram ao incêndio e podem ser explorados por visitantes. As visitas podem ser feitas por uma taxa de €7 adulto e €3 crianças para a visitação sem guia.

Os Irlandeses gostam muito de beber. Não é à toa que em Dublin ficam as fábricas de duas importantes marcas de bebidas: a cervejaria Guinness e a destilaria Jameson.

Guinness Storehouse

Está localizada em D8 às margens do principal rio da cidade, o rio Liffey. Você pode visitar a fábrica por apenas €17,50 com direito a uma pint de Guinnes (ou se você não bebe, pode optar por refrigerante). Nessa visita, você poderá ver a cidade de Dublin pelo ponto mais alto, pois dentro da fábrica existe uma torre com elevador que te leva à uma plataforma panorâmica, e lá você poderá aproveitar uma vista incrível.

Jameson Distillery

Foto: Ballsbridge Hotel

Foto: Ballsbridge Hotel

É a fábrica de Whiskey mais consumido da Irlanda e um dos mais consumidos na Europa. Destilaria estabelecida em 1780. Você pode visitar a destilaria com um ticket de €20 com direito às degustações.

Temple Bar

Uma região com os mais populares e antigos Pubs de Dublin. Na maioria deles você pode apreciar a música Irish ao vivo.

 

Last modified: outubro 28, 2017

Gabriel Gameiro
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.