Foto: Brasilturis

Bariloche: saiba como fazer um roteiro tanto romântico quanto divertido

Gabriel Gameiro/ Esqui, Viagem, Vida ao Ar Livre

San Carlos de Bariloche ou apenas Bariloche, é um dos destinos mais populares e principais centros de inverno da Argentina. Com excelente estrutura turística e um centro aconchegante, os brasileiros costumam visitar a cidade no inverno, mas é bom lembrar que durante a primavera e o verão, Bariloche também possui diversos atrativos.

Foto: Facebook

Foto: Facebook

Nem é preciso gostar só de esqui e snowboard para conhecer a cidade: você pode praticar caminhadas ecológicas, wind surf entre outros. Lojas, restaurantes, chocolaterias, confeitarias, cassinos, baladas, museus, centro de compras são ótimas opções para os mais urbanos. Porém, sem dúvida a atração mais famosa é o Cerro Catedral, principal centro de esportes de inverno, com 120 km de pistas de esqui.

A estudante de medicina, Maria Carolina Moro, visitou a cidade argentina em duas ocasiões, uma com sua mãe e outra com o namorado e tem muitas dicas para quem busca uma viagem romântica, ou apenas tranquilidade com a família.

A primeira delas vale para todo tipo de viagem à Bariloche. “Não compre roupas de neve! A primeira coisa chegando lá é ir em uma loja de aluguel, sai bem mais barato. Alugue dois pares porque inevitavelmente você vai se molhar, enquanto uma seca você pode usar a outra”, afirma a estudante.

Se for com a família, vale ficar nos hotéis que estão no centro da cidade, tudo estará perto e será possível ir para os lugares a pé. Se sua “vibe” for romance, vale mais a pena ficar em algum resort afastado do centro. “A vista é absurdamente linda e romântica! Fiquei no Hotel Resort Spa Alma del Lago. Não é longe do centro, fica a 3 km da cidade. Dica: vá a pé do resort para cidade, existirão muitas paisagens lindas no caminho. O clima é propício para andar, não vale a pena tirar o carro do lugar”, lembra Maria Carolina.

Foto: MidiaCult

Estação de esqui em Bariloche Foto: MidiaCult

Na viagem com sua família, amigos ou parceiro dê uma passada na pista de patinação no gelo, que fica no centro. “Outra coisa que vale a viagem é a rede de chocolateria chamada Rapa Nui. Tem uma em quase toda esquina, eles vendem framboesas cobertas com chocolate que são maravilhosas”, lembra a estudante.

Em Bariloche você também pode fazer aulas de esqui e snowboards. Se não quiser se aventurar, sem problema, mas vá conhecer a estação. Lá é quase uma mini cidade, tem várias lojas e atividades para fazer. Sem contar a vista, que é lindíssima! Pegue o teleférico até o topo da montanha só para tirar fotos. “Dica: não vale a pena comprar passeios pela sua agência de viagens, aqui você paga em real, lá em peso e sai muito mais em conta. Negocie com os atendentes do próprio hotel, a maioria tem transfer próprio”.

“Ande de quadriciclo à noite em uma floresta na montanha, até um chalé afastado da cidade onde tem a melhor e mais aconchegante casa de fondue. Este passeio é mais caro mas vale a pena. Dá para ver o céu estrelado, é lindo demais”, lembra.

Conheça também:

1. Centro cívico

Foto: Matyas Rehak/Fotolia

Centro cívico de Bariloche Foto: Matyas Rehak/Fotolia

Foi fundado em 17 de março de 1940, com o objetivo de se tornar um centro de turismo e reunião pública. O lugar tem aparência medieval e é muito bonito de visitar. Nada mais do que um conjunto de construções ao redor de uma praça retangular. Ele é declarado Monumento Histórico Nacional desde 1987 e é o primeiro Centro Cívico da Argentina. Além disso, é onde os cidadãos de Bariloche se reúnem e comemoram datas importantes.

2. Museu da Patagônia

O Museu de La Patagônia, no Centro Cívico, é interessante para quem quer entender a história da região. O museu mostra, através de gravuras, painéis e objetos, um pouco da história, desde seus primeiros habitantes até a época de colonização de Bariloche.

3. Museu do chocolate

Foto: I Like Viajes

Entrada do museu do chocolate Foto: I Like Viajes

O Museu do Chocolate Havanna é um lugar incrível de se conhecer. Bariloche é a capital do chocolate na Argentina e para mostrar sua fama, além de inúmeras e famosas lojas espalhadas pela cidade, ela conta com um museu para encantar e deixar os turistas de todas as partes do mundo com água na boa. O Museo del Chocolate pertence a conhecida marca Havanna e está localizado perto do Centro Cívico. Para os chocólatras de plantão, o Museu é super bacana de se visitar com toda a família.

Last modified: setembro 13, 2017

Gabriel Gameiro
Gabriel Gameiro
Estudante de jornalismo, que caiu no mundo dos esportes por acidente e com o tempo aprendeu a amar. Gosta do que faz e apesar de ainda não ser um corredor ama fazer spinning e cobrir corridas.